24.3.13

Como Funciona - Motor 2 Tempos

O MOTOR A DOIS TEMPOS



1. O motor a dois tempos recebe esse nome porque seu ciclo é
     constituído por apenas dois tempos, conforme, veremos no item seguinte.
     Mecanicamente, ele é bastante simples e possui poucas
    peças móveis. O próprio pistão funciona como válvula deslizante,
    abrindo e fechando janelas ( localizadas no bloco - "camisas" ),
    por onde a mistura é admitida e os gases queimados são expulsos.

2. Primeiro Tempo: Admitindo que o motor já esteja em funcionamento,
    o pistão sobe comprimindo a mistura no cilindro e produzindo uma rarefação
    ou depressão no cárter.
    Aproximando-se do PMS, dá-se a ignição e a combustão da mistura.
    Ao mesmo tempo, dá-se a admissão da mistura nova no cárter,
    devido à rarefação que se formou durante a subida do pistão.

3. Segundo Tempo: Neste tempo, os gases da combustão se expandem,
    fazendo o pistão descer, comprimindo a mistura no cárter.
    Aproximando-se o PMI, o pistão abre a janela
    de exaustão, permitindo a saída dos gases queimados.
    A seguir abre-se a janela de transferência, e a mistura comprimida no
    cárter invade o cilindro, expulsando os gases queimados.

Nota: Durante o ciclo de dois tempos ocorrem também seis fases como no motor a
          quatro tempos, das quais quatro (admissão, compressão, ignição e combustão)
          ocorrem no primeiro tempo e duas (expansão e exaustão) no segundo tempo.

4. Vantagens e desvantagens: O motor a dois tempos é mais simples, mais leve e
     mais potente que o motor a quatro tempos, porque produz um tempo motor em cada
     volta do eixo de manivelas. Seu rendimento é melhor em relação ao giro final.
     Além disso, seu custo é menor, sendo por isso muito utilizado em aviões ultra-leves ,
     autogiros e motores para embarcações.

Desvantagens:

a) É pouco econômico, porque uma parte da mistura admitida no cilindro
    foge juntamente com os gases queimados;
b) Após o escapamento, uma parte dos gases queimados permanece no cilindro,
     contaminando a mistura nova admitida;
c) O motor a dois tempos se aquece mais, porque as combustões ocorrem
     com maior freqüência;
d) A lubrificação é imperfeita, porque é preciso fazê-la através do óleo
    diluído no combustível;
e) O motor é menos flexível do que o de quatro tempos, isto é, a sua
    eficiência diminui mais acentuadamente quando variam as
    condições de rotação, altitude, temperatura, etc...

Animação de Funcionamento





Princípios de Funcionamento



3 comentários:

Carlos Magno disse...

gostei e muito bom

Carlos Magno disse...

moito bom,gostei

ganhar curtidas facebook disse...

Ameiii o seu post !

Lista de Postagens