23.10.07

TRÂNSITO URBANO

Somos os senhores do trânsito, as máquinas mais velozes e poderosas na selva de pedra. Tola ilusão! Estupidez pura! Somos as menores maquinas que rodam no asfalto. Nada no trânsito é menor do que nós. E mesmo sendo mais velozes em muitas ocasiões... a velocidade não significa muito quando não temos espaço para empregá-la. O bom motociclista nunca deve se esquecer disso. Cair no meio da pista pode significar ser esmagado por um monte de carros e máquinas muito maiores.
Lembrar-se que somos pequenos, já mostra que você está aprendendo o que é segurança ativa. Já demonstra que você esta adquirindo experiência e maturidade.
No transito urbano, todo o cuidado é pouco. Armadilhas se espalham por todos os lados. Pessoas, na maioria das vezes motoristas relapsos, causam muita dor de cabeça ao motociclista. É preciso evitar as besteiras deles, antecipando-se à incompetência destes motoristas.


Os Corredores

No transito urbano, é comum surgirem pequenos engarrafamentos causados por sinais de trânsito (semáforos). Principalmente nas grandes cidades. Neste momento se formam corredores irresistíveis para o motociclista. Por que ficar preso no engarrafamento quando podemos ir pelo meio, naqueles imensos corredores formados?! Todos que andam no trânsito de moto acabam enfiando suas motos entre os carros, cedo ou tarde. Então, obedecendo a algumas regras simples, diminuímos o perigo.

* Não passe em alta velocidade entre os carros. Numa emergência, você pode precisar freiar rápido. E freiar acima dos 30 Km/h entre os carros pode ser muito difícil. A velocidade boa é pouco acima da velocidade dos carros. Se eles estiverem parados o perigo é dobrado, pois comumente os motoristas estão distraídos, ouvindo rádio, fumando... e podem abrir a porta do carro, colocar o braço para fora, ou uma criança pode colocar a cabeça para fora ou fazer qualquer coisinha boba, que pode te dar muita dor de cabeça.

* Cuidado ao passar ao lado de ônibus parados. Algum espertinho pode passar pela frente dele tentando atravessar a rua e dar de cara com você. Já aconteceu com muita gente!

* Se você se desequilibrar entre um carro e um ônibus, opte por se encostar no
ônibus. Ele tem a superfície mais lisa e poucos pontos para prender sua moto. Você tem mais chances de voltar a controlar sua moto e é mais fácil "rolar" por baixo de um ônibus do que de um carro.

* Observe os retrovisores. Nada mais desagradável do que destruir o retrovisor de
alguém. Mais cedo ou mais tarde você pode encontrar esse cara pela frente, e acredite, levar um encostão de um carro é muito desagradável. Além disso, o cara vai ficar com ódio de motocicleta por sua causa. Se entortar, pare e arrume o retrovisor do carro. Se quebrar, seja honesto e pague!

* Se a moto caiu, vá para um local sossegado e faça um exame completo nela. Verifique tudo que pode ter se quebrado ou solto, e tome nota. Dependendo do que for, é melhor não pilotar mais ela nesse estado.

* Não tire "onda" com a cara dos motoristas presos no engarrafamento. Eles com certeza já estão muito revoltados por estarem presos no trânsito.

* Não pare para discutir. Não vale a pena jogar fora seu tempo em discussões que não trazem benefício algum. Cuidado pois muita gente anda armada, e quando se irritam já querem pegar a arma. Covardemente, mas é o que acontece.

Velocidade no Trânsito Urbano

Em trânsito normal, rode a uma velocidade acima da dos carros. Desta maneira, você se afasta do "bolo" de carros, tendo mais espaço para manobra.
A velocidade no trânsito depende muito da capacidade de frenagem da sua moto, e da sua habilidade, que você como bom motociclista, deve conhecer e reconhecer sempre. Segurança ativa.

Parada em Sinais de Trânsito (Semáforos)

Canso de ver motoqueiros parando em cima da faixa de pedestres. Isso é ridículo.
Você se arrisca a ganhar uma multa, e não ganha mais tempo com isso.
O certo é parar longe do sinal (semáforo). Isso também evita a situação desagradável do motor morrer na frente de todo mundo, e quem vem atrás ficar querendo passar por cima de você. E para que sair largando que nem um condenado? Isso é muito perigoso! Sempre tem algum incompetente que atravessa o sinal vermelho do outro lado. Melhor ainda é parar do lado da calçada, protegido por um automóvel. Vamos usá-los como escudo, ao menos servem para isso.
Á noite, é recomendável não parar "em cima" do sinal. Os assaltos às motos acontecem nestes pontos. Parando longe, ou vir reduzindo a velocidade lentamente, sem parar, ajuda a prevenir situações desagradáveis.
Agora, se a rua tiver pouco movimento, que me perdoem as autoridades de trânsito, é melhor avançar o sinal do que ficar parado. Claro, olhando antes de avançar.

OBS: Fique atento ao retrovisor. Caso veja uma moto com dois ocupantes se aproximando, deixe a moto engrenada (alías, deixe sempre engrenada) e prepare-se para acelerar. Usa-se muito o truque de um dos ocupantes da outra moto pular na sua garupa e anunciar assalto. O "Seguro" quase sempre morre de velho.

Um comentário:

Alexandre L. de Macedo disse...

Muito boa as dicas...

Lista de Postagens