25.10.07

SEGURANÇA PREJUDICADA

Com a intenção de evitar acidentes, abaixo estão descritos alguns itens importantes, que comprometem a segurança tanto do motociclista quanto das pessoas que estão a sua volta.

Álcool

A mistura de álcool com motocicletas costuma dar resultados desagradáveis. No meio motociclístico existem muitas pessoas que gostam de beber e andar de moto, mas essas pessoas não se dão conta que sua habilidade fica bem diminuída sem que elas percebam. Se num carro dirigir bêbado já é muito perigoso, imagine pilotar uma moto.

A falsa ilusão de que não acontecerá nada costuma acabar de uma hora pra outra, com a primeira besteira séria que o motociclista alcoolizado comete. A sensação de alegria ao beber geralmente leva as pessoas a ficarem sem medo, descuidadas, e por isso cometem as maiores besteiras com a moto, besteiras que cedo ou tarde irão acabar em MORTE.

Devemos considerar primeiro a vida, sabendo que, por uma cerveja a mais, você pode deixar de participar amanhã, e com certeza deixará muita gente triste.

Se você tem um desejo médio ou forte por álcool, deve fazer o esforço mental para adiar a bebida para depois da viagem. E com moderação, nada de 'tirar o atraso'. Tenha consciência que alimentar este desejo vai tornar ele cada vez mais forte, até o ponto que ele domine sua vida, sobrepondo-se à sua vontade e causando enormes contratempos. Este desejo deve ser mantido pequeno ou anulado completamente.

Cansaço

Este também é um fator importante que prejudica a segurança. Evite pilotar por muito tempo seguido, faça paradas com certa frequência. As pernas vão adormecendo e o cansaço toma conta do corpo... A cada 100 ~ 120 Km faça uma parada, caminhe um pouco, tome uma água ou refrigerante, confira se a moto está boa e siga viagem. Com o tempo, a atenção vai diminuindo, dando uma grande oportunidade para os erros aparecerem. Por isso, previna-se contra eles... descansando!

Stress

A motocicleta é utilizada muitas vezes, como uma forma de descarregar a energia acumulada durante a semana. Por isso, várias pessoas abusam da pobre coitada no fim de semana. Cuidado, pois são justamente nestes momentos que os acidentes acontecem.

A motocicleta precisa ser respeitada! Ela deve ser considerada uma amante muito sensual, mas que se irrita com facilidade. Qualquer besteira que você fizer pode terminar em 'crime passional'. Vá com carinho, que ela vai lhe recompensar.

À Noite

Durante a noite a visibilidade fica bem restrita, sendo difícil enxergar muitas coisas. Buracos, por exemplo. Ou enxergar pedestres. Ou outros veículos enxergarem você.

De modo geral, os faróis da moto só servem para quebrar o galho, sem falar que algumas motos mais antigas possuem faróis fraquíssimos. Por isso, viajar a noite de moto costuma ser mais perigoso. Se seus faróis não conseguem iluminar longe, para que você viaje com conforto, considere uma parada para dormir, seguindo viagem antes do sol nascer.

Se não houver lugar para passar a noite, vá bastante devagar. Considere que a 80 Km/h, numa estrada escura, no momento em que os faróis iluminarem um obstáculo, será impossível parar. Viajar nessas condições é quase uma atitude suicida. Mantenha a velocidade BEM abaixo dessa. Uns 50 Km/h me parecem razoáveis nessas condições.

Existe também em nosso país o perigo de assalto noturno, portanto se não tiver opção para deixar de seguir viagem, tome cuidado com os locais escolhidos para paradas. Cuidado com paradas no acostamento, pois a moto pode não ser vista pelos demais veículos.

Uso de Medicamentos

Remédios, mesmo os mais simples, afetam sua coordenação motora, deixando sua mente confusa e mais lenta, ou com sonolência. Remédios conhecidamente perigosos: Antibióticos, Antialérgicos, Analgésicos, Antitérmicos, Remédios que aliviam os sintomas da gripe, Antiinflamatórios. Se misturados com álcool (mesmo pouco), prejudicam a tal ponto que é quase certo um acidente. O perigo é que a própria pessoa geralmente não percebe que está menos capaz. Ela pensa estar bem, mas é uma ilusão criada pelos medicamentos. Muito cuidado, não faça coisas ousadas ao usar medicamentos.

Nenhum comentário:

Lista de Postagens