PILOTAGEM DEFENSIVA

Conceito:
Pilotagem defensiva é um estilo de pilotagem veicular onde o motorista tem especial preocupação com a segurança e economia. Tal preocupação não só em relação à sua condução, mas como a de terceiros. Um piloto que dirige defensivamente consegue prever o erro dos outros dando tempo para correções, dessa forma evita o envolvimento em acidentes e diminui consideravelmente o cometimento de infrações.


Dicas da Pilotagem defensiva:

Antes de viajar calibre adequadamente os pneus.

Verifique se a quilometragem da troca do óleo não vai "passar" durante a viagem. Se for o caso troque o óleo antes de pegar a estrada.

Sempre viaje com o tanque cheio. Você nunca sabe o que vai encontrar pela frente.

Ao entrar numa rodovia ganhe velocidade pelo acostamento de forma a já entrar "embalado" na primeira pista. Desta forma você não fechará os demais veículos.

Para sair de uma rodovia diminua a velocidade gradativamente. Se houver desnível não faça uma manobra brusca, deslize o veículo suavemente para o lado.

Se o pneu furar numa ponte ou viaduto, ande com o pneu furado até o outro lado.

Jamais faça ultrapassagens em pontes ou viadutos.

Viajando à noite em rodovia de pista dupla, trafegue até 80 km/h. Essa é a velocidade proporcional à visão oferecida pelo farol.

Durante a chuva verifique pelo espelho retrovisor se os pneus da sua moto estão deixando marcas nas pista. Se não estão, a moto está aguaplanando (boiando sobre um véu de água), diminua a velocidade suavemente até as marcas voltarem.

Regule os faróis. Esse é um procedimento rápido e várias oficinas e seguradoras oferecem gratuitamente.

Segure o guidão com as duas mãos.

Use o retrovisor para controlar suas manobras mas também use para controlar as manobras dos outros.

Nunca ultrapasse pela direita. Se não der para ultrapassar pela esquerda desista da manobra.

Quando for viajar repouse pelo menos meia hora antes, faça refeições leves. Comida pesada, bebida alcoólica e cigarro diminuem os reflexos.

Sente-se na moto de forma confortável e que de a impressão de domínio do equipamento.

Tenha todo o controle da moto, leia o manual de instruções. No trânsito não dá tempo para verificar "para que serve esse botão?".

Faça as trocas de marcha no tempo certo. Trocar de forma antecipada faz o veículo perder velocidade, se trocar atrasado faz o veículo reduzir e dar trancos. Nas duas hipóteses há grande consumo de combustível.

Uma curva perfeita se faz assim: antes do início da curva diminua a velocidade para a compatível com a manobra. Durante a curva não acelere ou acelere gradativamente, isso fará a moto "assentar" na pista.

Verifique rotineiramente as luzes de seu veículo; pisca-pisca, faróis etc.

Conheça a autonomia de seu veículo, verifique se o volume de combustível dá para chegar ao destino com grande margem de segurança. No caso de dúvida abasteça.

Procure fazer algum curso de primeiro socorros. Isso pode ser útil para terceiros e para seus passageiros.
Cuidado para suas condições psicológicas, não pilote se estiver nervoso, deprimido, revoltado, estressado, com sono etc.

Se faz tratamento com algum remédio, verifique na bula se ele provoca sono ou diminuição de reflexos. Não pilote se for o caso.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

CAPACETE NO TANQUE? NC 750X - crossover

no Brasil R$ 28.990  Na crossover NC 750X, a Honda não apenas aprimorou o conjunto, mas também procurou potencializar as principais carac...