O GARUPA ESTÁ PERDIDO?

O GARUPA NÃO ESTÁ PERDIDO Caso aconteça algo ao piloto - A impressão geral entre os motociclistas é que se algo acontecer ao piloto, o passageiro (garupa) está perdido. Mas não é este o caso.

Houve um caso em Ohio-EUA, em que um cervo tentou pular por cima de uma moto em movimento, derrubando o piloto para fora da moto. Sua esposa que estava na garupa conseguiu se inclinar para a frente e freiar a moto, parando totalmente até que esta caiu para o lado na grama.

Neste caso, já que não havia piloto, foi fácil o garupa alcançar os comandos.

Mas se o piloto continuar ali, por exemplo, após um ataque do coração, o passageiro quase sempre pode fazer alguma coisa.

Dois controles que o passageiro não consegue alcançar são o freio traseiro e a alavanca de marchas. Mas consegue alcançar o guidão, a embreagem e o freio dianteiro. Assim ele tem controle da velocidade e direção.

Não é necessário que o piloto esteja ativamente mantendo o equilíbrio da moto. Com uma certa velocidade, a própria moto se mantém estabilizada, mesmo que dê algumas oscilações para os lados antes de ficar em equilíbrio. Assim, o passageiro também dispõe de algum tempo para agir.

A primeira ação deve ser diminuir a velocidade da moto. A segunda ação é procurar um lugar macio e seguro para cair, porque a moto vai cair ao diminuir-se a velocidade.

Antes que ela caia, o botão corta-corrente deve ser acionado para desligar o motor.

O passageiro certamente não está perdido caso aconteça alguma coisa com o piloto. Basta alguma coragem, e capacidade de manter a calma.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

CAPACETE NO TANQUE? NC 750X - crossover

no Brasil R$ 28.990  Na crossover NC 750X, a Honda não apenas aprimorou o conjunto, mas também procurou potencializar as principais carac...