MANUTENÇÃO

Bem antes da viagem - Há alguns anos atrás, um amigo se juntou ao nosso grupo, numa viagem de 1200 Km. Ele é um homem consciente da necessidade de fazer as revisões antes de viajar, por isso quis ter certeza de que sua moto estaria em perfeitas condições para a longa viagem à frente. Então ele levou a sua motocicleta para uma oficina autorizada, e mandou fazerem alguns serviços nesta.

Entre outras coisas, ele mandou revisarem os freios traseiros, porque eles estavam meio 'pegajosos'. Ele pegou a moto um pouco antes da nossa viagem. E isto quase custou a vida dele.

No caso do nosso amigo, a oficina cobrou pelo serviço nos freios, mas uma investigação posterior mostrou que este serviço nunca tinha sido executado. Mesmo que tivesse sido, não se pode confiar num trabalho mecânico recente para pôr a moto à prova. O melhor teria sido testar por algumas centenas de Km antes de sair numa viagem tão longa.

Os freios da moto do nosso amigo travaram 1100 Km adentro da viagem. Neste caso, mesmo um teste mais longo não teria descoberto a falha no freio. Mas para que correr o risco?

O relato acima não põe as coisas na perspectiva devida. Agora leia este abaixo:

Há uns meses atrás, um amigo meu pegou sua moto na autorizada, depois de eles terem feito um serviço grande no motor. Eles fizeram reparos na câmara de combustão esquerda e no virabrequim. Quando encontrei ele, ele comentou que nunca tinha sentido a moto tão 'redonda' e estava muito satisfeito.

Uma semana depois, estavamos indo para o sítio de um outro amigo, quando o motor dele rebentou. Ele estava indo a 50 Km/h, numa estrada secundária (asfalto). Ouvimos um ruído de atrito metálico, e então a carenagem esquerda da moto estourou, espalhando um monte de pedaços de plástico. Peças do pistão saltaram, rasgando outras partes de metal do motor, e derramando um monte de óleo. O óleo (quente) respingou na calça de couro e botas desse amigo, e ficou escorrendo para fora.

Ele fez uma parada rápida, e saltou da moto. Tudo rapidamente, mas com calma, sem pânico. Sorte que estava usando seu equipamento de couro. Se fosse uma calça jeans, ou pior, uma bermuda, teria sofrido queimaduras sérias.

O mecânico que havia feito os reparos, quando viu os danos, ficou branco! A oficina dele bancou o conserto. Pelo menos a perda se restringiu à parte mecânica.

Este meu amigo me perguntou se eu confiava naquele mecânico. Eu respondi que sim, eu já tinha visto o trabalho dele, é um homem bastante metódico e trabalha com muita organização. Com certeza, eu confiaria minha moto àquela oficina.

Mas o recado deste capítulo deve estar bem claro agora: Faça a manutenção bem antes de sair em viagem. Use sua moto recém saída da manutenção por pelo menos 120 Km antes de fazer trechos mais longos.

Se até os melhores mecânicos cometem erros, quem dirá quantos não cometem os mais-ou-menos!

Um comentário:

por nada de mais disse...

cara fiquei espantado com tamanho conhecimento sobre duas rodas..nota 10 parabens ao idealizador deste blog

Postagem em destaque

CAPACETE NO TANQUE? NC 750X - crossover

no Brasil R$ 28.990  Na crossover NC 750X, a Honda não apenas aprimorou o conjunto, mas também procurou potencializar as principais carac...