25.10.07

ENTRANDO EM CURVAS

Fazer curvas é uma escolha pessoal, em termos de seleção dos pontos de entrada e saída, assim como a velocidade.

Geralmente se aconselha o piloto a escolher um ponto de entrada tal, que permita uma linha de curvatura constante durante a curva.

Meu método é diferente, e possui algumas vantagens.

Eu atraso a entrada na curva. Isto é, permaneço na borda exterior após o ponto de entrada normal, e então giro com bem mais força, e encontro o interior da curva após o ápice normal.

As vantagens são:

* Eu uso a inclinação que eu gosto (bem inclinado!) no começo da curva, quando eu já vi tudo que necessito ver, em termos de problemas em potencial.

* Quando eu saio da curva, estou num ângulo bem menor, em relação ao trajeto da estrada. Isto é, já que estou mais perto do fim da curva quando chego no ápice, há menos graus do arco esperando para serem virados, antes de chegar na reta. Dito diferente, a estrada muda de direção 90 graus, não importando a trajetória que eu escolha. Se eu viro mais graus no início, sobram menos para serem virados no final.

* A linha verde mostra meu método de entrada em curva, enquanto que a linha vermelha mostra o método normal.

Esta última vantagem é muito importante, na minha opinião. Isto me dá mais capacidade de lidar com problemas inesperados, ao chegar no fim da curva. Por exemplo, se esta for uma curva de raio decrescente, ou se houver cascalho na estrada, tenho vantagens.

Muitas pessoas pensam que, desde não toquem suas rodas na risca central da estrada, fizeram a curva com segurança. Isto está errado. Se qualquer parte da sua moto (incluindo o guidão) 'encostar' na risca, você está cometendo uma 'falta'. Você está perigosamente próximo ao tráfego contrário.

Este modo de fazer curvas permite acelerar na saída antes do normal, por isso saio da curva com mais velocidade. Note que este tipo de curvas requer que você tenha o hábito de não entrar na curva demasiado rápido. E mais, uma velocidade de aproximação boa é aquela que não requer frenagem alguma na entrada.

Use o acelerador na saída de forma modesta, pelo menos até dominar completamente a manobra.

Se você passa sempre pela risca central da pista, é porque você está excedendo suas habilidades, e todos ao redor vão perceber. Recomendo uma urgente reavaliação da velocidade de entrada (muito alta?) e da inclinação (muito pouca?). Caso contrário, é melhor fazer seu testamento.

Nenhum comentário:

Lista de Postagens