23.10.07

CRISES MOTOCICLÍSTICA

Espere o melhor, mas prepare-se para o pior.

De acordo com uma pesquisa recente, feita pelo hospital da universidade de Heidleburg na Alemanha, os pilotos que planejam suas quedas com antecedência, tendem a se ferir com menos gravidade. Eles pensam: "se eu caísse de tal modo da moto, faria tal coisa". O mesmo acontece com tudo relacionado à segurança. Se você pensa nas coisas que podem acontecer durante um trajeto de moto, tem uma grande chance de estar preparado para enfrentar estas situações. Graham Hilder estava preparado para esta crise. Ele sabia sobre o túnel do metrô, e já tinha considerado previamente a possibilidade de ter que pilotar sua moto através dele. Considerar os piores cenários em cada situação deixa você bem mais preparado, e isto pode ser a diferença entre uma crise motociclística ser um desastre, ou apenas um inconveniente.

Olhe primeiro, depois aja.

Em uma crise, muita gente age sem pensar. Há gente que puxa pessoas acidentadas para fora dos carros, e torna seus ferimentos muito piores do que eram. Ou pessoas que removem o capacete de um motociclista ferido, e o deixam paralizado permanentemente. Em uma crise motociclística, você não deve reagir imediatamente, a menos que suas reações tenham sido pré-planejadas anteriormente. Por exemplo, o que você faria se estivesse numa estrada, e um carro no sentido contrário saísse da faixa e viesse em sua direção? Quantos de vocês diriam que você deve freiar imediatamente, e se mover para a faixa da esquerda? A resposta correta seria reagir no último minuto possível. Você deveria se mover para o centro da pista e freiar, e se o carro não mudar de direção, você vai para a esquerda com tudo. Lembre-se que freiar completamente faz de você um alvo indefeso no meio da estrada. Olhar primeiro, depois agir.

Quando agir, aja agressivamente.

Com frequência, pessoas que estão em uma situação de crise não reagem com vigor suficiente. Para agir agressivamente, você deve ter treinado previamente manobras de emergência. Se sua única defesa fosse freiar o mais rápido possível, você conseguiria freiar tão rápido quanto possível? Para isto é preciso treino de frenagem.

Use cada bocado de ajuda que você conseguir.

Um oficial de polícia sempre chama reforços antes de sair em perseguição, na cola de um bandido. Você também deve usar toda a ajuda que for possível. Leia livros, fale com os amigos, faça cursos avançados de motociclismo, leia relatórios de acidentes, mantenha sua máquina sempre em boa forma. Tudo isso vai ajudar você quando você mais precisar.

Não se fixe em um detalhe.

O acidente fatal mais comum na Nova Zelândia, é quando uma moto não consegue fazer uma curva e bate num poste do outro lado da estrada. A razão é simples. A atenção e os olhos do piloto se focam no medo do poste, e ele fica olhando fixamente para lá. E a sua moto vai para onde você olha - no caso, o poste! Quando estiver a perigo de bater num carro, não olhe para o carro - olhe para a zona de escape.

Não importa o quão ruins fiquem as coisas, fale a verdade.

Se você se acidentar, e por a culpa em todo mundo, menos em você, você não vai ter aprendido a lição. E a próxima lição pode ser dura. Outros carros podem convidá-lo a um acidente, mas você precisa aceitar o convite. Se você se acidentou, faça uma auto-análise e pense no que poderia ter feito para escapar, ou para não entrar na encrenca.

Deixe a crise ir.

Muitos pilotos não atravessam o processo de análise e ficam com medo permanente de a mesma coisa acontecer novamente. Pilotar nervoso não é pilotar alerta. Pilotar alerta é pilotar com a mente tranquila. Todo piloto em sua carreira, passa por uma ou duas situações difíceis. Se você não exorcizar os demônios, vai ficar com medo para sempre, e ou vai largar de vez o motociclismo, ou vai ficar nervoso, inseguro, e isso é um convite a outro acidente.

Um comentário:

Adriano disse...

Sábias palavras. Na hora do desespero, é difícil manter a calma. Aprendi ainda na bicicleta a dica de olhar fixamente para uma rota de fuga, ao invés de olhar o possível alvo (seja ele um carro, obstáculo, buraco).

Lista de Postagens